Luxação do Ombro

A luxação do ombro ou “ombro deslocado” é uma lesão na qual ocorre perda do contato e congruência entre as duas superfícies da articulação do ombro. O ombro luxado é uma situação complexa, que exige atuação médica imediata no sentido de a reduzir (recolocar na posição anatómica original).

As causas mais frequentes de luxações nos adultos, são as traumáticas e ocorrem especialmente nos desportistas, quer por traumatismo direto do ombro quer por mecanismo de tração e torção do mesmo.

O diagnóstico de luxação do ombro é feito pelo médico ortopedista e exige, por vezes, elevado índice de suspeição, com recurso a um exame físico cuidadoso e de exames auxiliares como:

✔️Radiografia (RX)

✔️Tomografia Axial Computorizada (TAC)  

✔️Ressonância Magnética (RM)

Confirmada a luxação do ombro pela avaliação clínica do médico, este deverá solicitar radiografias para descartar eventuais fraturas. O tratamento adequado quando ocorre o deslocamento, tem como objetivo inicial a redução do ombro, ou seja, colocar o ombro no lugar. Vale ressaltar que isto deve ser feito pelo médico ortopedista. Analgésicos, infiltrações ou mesmo anestesia podem ser realizadas para diminuir a dor durante o procedimento. Após a redução, um novo rx deve ser realizado para se certificar de que o procedimento foi realizado de maneira correta. O paciente deve utilizar tipóia. O período de tempo e o tipo de tipóia recomendados a ele serão determinados pelo médico, de acordo com a gravidade da luxação, a idade do paciente e sua assiduidade na prática de atividade física.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *